Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


O KARMA



A palavra Karma, quer dizer criar. É a lei da causa-efeito, da acção-reacção. O que nos acontece hoje é resultado do que fizemos no passado. Assim podemos entender que não há sorte ou azar mas sim merecimento.
Karma é uma lei do Hinduísmo que defende que qualquer acto, por mais insignificante, voltará ao indivíduo com igual impacto. Bom será devolvido com bom; mau com mau. Visto os Hindus acreditarem na reincarnação, o Karma não conhece limites de vida/morte. Se o bem e o mal caem sobre si, se as pessoas se comportam de determinado modo consigo, isso deve-se ao que fez nesta ou numa vida passada.
Por um lado, o Karma serve para explicar porque acontecem coisas boas a pessoas más e coisas más aos bons. A injustiça do mundo, a distribuição aparentemente ao acaso do bem e do mal é apenas aparente. Na verdade todos recebem o que merecem.
Existe Karma individual e colectivo.
O primeiro é o que cada um semeia e colhe para si mesmo, o segundo baseia-se no facto de que os nossos pensamentos, palavras e acções afectam outras pessoas em conjunto.
A visão tradicional de Karma afirma que vamos colher aquilo que plantamos. Mas o Karma também mostra onde o equilíbrio é necessário. Trabalhar o Karma pode envolver reparação ou mesmo retribuição de acções passadas, assim como recompensa e restituição. Ele não brota simplesmente de acções e eventos. Abrange atitudes, pensamentos e desejos.
O que acontece na vida presente cria Karma Futuro. Lembrar que cada um dos seus pensamentos, feitos, acções e crenças criam o que você vai ser, constitui uma forma de conquistar Karma positivo para a próxima vida.

Colher aquilo que semeamos - Lei da causa efeito - Renovação - Avaliação - Novos começos - Karma

Amor: Renovação num relacionamento. Novos conhecimentos no plano afectivo. Libertação de provações. Desenvolvimentos rápidos e inesperados no amor. Relacionamentos Kármicos.

Trabalho: Pode indicar um Karma com a profissão. É a carta que mostra pressão ou influência familiar na escolha profissional

Saúde:
Os pontos fracos desta carta são as coxas, fígado e vesícula. Cuidado com doenças hereditárias. Karmas com doenças.

Associações com a Astrologia: Os vários processos de transformação presentes nesta carta estão ligados ao signo de Escorpião e seu regente Plutão, nesse sentido, representa o resultado positivo da viagem plutónica.

 
 
© Todos os direitos reservados - Astrologia Miguel Oliveira
/// raulpinadesign webdesign e design gráfico Porto